sábado, 23 de junho de 2012

AVES

BEIJA-FLOR
o beija flor também conhecido como colibri,cuitelu,chupa-flor,pica-flor,chupa-mel,binga,guanambi,guinumbi,guainumbi e guanumbi.Seu longo bico serve para retirar nécta das flores e se alimentar dele.É da ordem dos Apodiformes que só inclui a familia Trochilidae e seus 108 generos e 322 especies conhecidas.A plumagem iridescente e uma lingua extensivel e bifurca,o grupo é originário das americas e ocorre desde o Alasca á terra de fogo                                  
                                                                            
CALOPSITA

A calopsita é uma ave bastante mansa e pode ser facilmente convertida em animais de estimação.A sua plumagem pode ser de varias cores exemplo: branco,cinza,amarelo etc.Normalmente as calopsitas tem a face do ouvido coberta por uma pinta laranja que protegem os seus ouvidos, mas porem as albinas não tem a pinta.O comprimento de uma calopsita pode atingir no medio 30cm,e podem viver até 25,a respeito da alimentação a calopsita deve ter muito espaço para brincar e se divertir se ela tiver pouco espaço a alimentação deve ser: maçã,banana,verduras verde escuro são indicados.Mas aquelas que teverem um bom lugar para brinca a alimentação deve ser: semente de girassol e linhaça mas deve ser administrada com muita cautela exemplo ele vai precisar voar quilometros para gastar toda esta energia.


                                             


CANÁRIO-BELGA
canários são aves agradaveis de se ter como bichos de estimação.O canto deles é o que a de mais belo entre as outra aves,assim como as outras ele se alimenta de semente facilmente emcontradas em PETSHOPS.Existem varios tipos de canarios,que se dividem em duas principais classificações:
canário belga ou canário do reino:os canarios podem ser vendidos de 5 ou 6 meses de vida sem nessecidade de tratamento para o canto,o canto dos canarios é alto com notas curtas e agudas.
canário roller:são os canarios que cantam,geralmente eles são ensinados pelos seus donospara que o canto seja aprimorado,o canto desse canario é mais suave e doce,com longas vibrações da garganta.
os canários que cantam são os machos com o objetivo de atrair as femeas,quando os canários estão juntos eles cantam com mais raridade.Eles também param de cantar em periodo de muda,que apenas ocorre no verão. 


                                       


PERIQUITO

O periquito Australiano ocorre na zonas interiores da Australia,nas zonas mais aridas e sua plumagem original é de tom verde,em media esse animal pode medir 18cm e pode viver 12 anos de vida.A superficie das costas superior das asas são pretas, O macho tem a carúncula (saliência acima do bico) azul, enquanto que a da fêmea é em tom castanho.E a sua alimentação é a base de alpiste,paisco,vitamina,arroz com casca,milho e semente de girassol.


                                          
                                                     
                                                                     ANUN-BRANCO
                                                 

O anun branco é um pássaro da familia do cuculiforme da familia cuculidae também conhecido como rabo de palha,alma de gato,pelicho e piririgua,o anun tem corpo franzino,cauda comprida,graduada e com fita preta.O anun é branco amarelado,bico cor de laranja e curvo.Essa espécie não tem dimorfismo sexual.O cheiro do corpo é forte caracteristico,perceptível para nós a varios metros,é capaz de atrair morcegos hematófagos e animais carnívoros.Quando empoleiram levantam cauda até as costas.Eles medem cerca de 38cm e sua alimentação é a base de gafanhotos,percevejo,aranha,miriápodes,lagartas peludas,urticantes,lagartixas,camundongos e filhotes de outras aves.


                                       


BEM-TE-VI

O bem ti vi nome cientifico pitangus sulphuratus,que provêm de pitanga guassu,ou seja pitanga grande
forma pela qual os indios brasileiros tupi guarani o chamavam.A especie ainda é conhecida pelos indios como pituã,pitaguá ou puintaguá.Outras apelações existentes são triste-vida,bentevi,bem-ti-vi-verdadeiro,bem-te-vi-de-coria,tiuí,teuí,tic-tiui e siririca somente as fêmea.O bem ti vi pode medir 23,5cm e pode pesar 60g, Constrói o ninho com pequenas ramas de vegetais em galhos de árvores geralmente bem cerradas e usa coma material fios,linha,galho secos e plastico.e sua alimentaçao é  Possui uma variada alimentação. É insetívoro, podendo devorar centenas de insetos diariamente. Mas também come frutas (como bananas, mamões, maçãs, laranjas, pitangas e muitas outras), ovos de outros passarinhos, flores de jardins, minhocas, cobras, pequenas cobras, lagartos, crustáceos, além de peixes e girinos de rios e lagos de pouca profundidade. Costuma comer parasitas (carrapatos) de bovinos e equinos. Atrapalha a apicultura por ser predador de abelhas.


                                            


CORUJA-DE- IGREJA
Coruja-de-igreja é uma espécie que pertence a família dos titonídeos, também conhecida pelos nomes de coruja-da-igreja, coruja-branca, coruja-católica e rasga-mortalha. Habitam em diversos lugares do mundo, em geral, em todos os continentes exceto a Antártica, gostam de lugares abertos e de climas que variam de temperados aos tropicais.Mede cerca de 25-45 cm de comprimento, com uma envergadura de cerca de 75-110 centímetros,
As corujas-de-igreja são animais noturnos altamente dotados para caçar pequenas aves, invertebrados, roedores, pequenos lagartos e anfíbios. A sua principal ferramenta de caça é a sua aguçada audição que lhes permite ouvir sons e definir a posição da presa na escuridão total.A fêmea pôe os ovos em uma cavidade escura e incuba-os. Cada ovo é posto com 2 ou 3 dias de diferença para que choquem em tempos diferentes. Os progenitores estão sempre caçando em turnos, evitando deixar a prole sozinha, quando isso ocorre a chance de que seus filhotes sejam atacados por corvos ou outros predadores é grande. As crias mais velhas são alimentadas primeiro e por vezes as mais novas morrem de fome, as mais velhas comem então as suas irmãs já mortas, asseguramdo a sua sobrevivência. E a coruja-de-igreja pode viver ate 10 anos.




FIM-FIM

Fim-fim é um pássaro passeriforme da familia fringillidae e é conhecido como vim-vim.Pode medir 9,5cm de comprimento e  o macho pode pesar 8 gramas.Umas de suas caracteristicas mais marcantes é o seu canto assobiado,usado para contato entre grupo e origem dos nomes comuns.Sua alimentação é a base de sementes,frutinhas das evas-de-passarinho,plantas das familias lorantáceas e viscaceae,polpa de frutos e deixam a casca. Atingem a maturidade sexual com cerca de 12 meses. Cada ninhada geralmente tem entre 2 e 5 ovos, tendo de 2 a 3 ninhadas por temporada. Os filhotes nascem após 15 dias. No período reprodutivo o macho costuma ficar cantando nas horas mais quentes do dia, pousado sob a copa. Nessas cantorias, usa um canto próprio, elaborado, às vezes mesclado com imitações.




HARPIA

A harpia também é chamada de gavião-real,gavião-de-penacho,uiruuetê,uiraçu,uraçu,cutucurim e uiraçu-verdadeiro e também é uma das maiores aves de rapina do mundo com 1m de altura 2,5 de invergadura e pesando 10 quilogramas.Ambos os sexos tem uma crista de pena largás que lavantam quando ouvem algum ruido.como as corujas ela tem um disco facial de penas menores que pode focar ondas sonoras para melhorar suas capacidades auditivas.A harpia possui, como principais características físicas, olhos pequenos, um longo topete, a crista com duas penas maiores e uma cauda com três faixas cinzentas, que pode medir até 2/3 do comprimento da asa.Sua alimentação é composta de animais de porte médio, como aves, macacos, preguiças até macacos maiores como os bugio. Elas caçam pelo menos dezenove espécies de animais, dezesseis das quais são arborícolas. Em cativeiro, são alimentadas com carne, pequenos animais como ratos etc.




PINTASSILGO

O pintassilgo-de-cabeça-preta é uma especie de ave da familia fringillidae.Distribuição Regiões Centro, Sudeste e Sul do Brasil. Postura: 3 a 5 ovos. Habitat: Matas abertas, campos e, às vezes, proximidades de habitações. Tipo de ninho: Em forma de taça. Aceitam perfeitamente ninhos de corda de 8,5 cm de diâmetro. Incubação: 13 dias. Fêmeas e jovens: As fêmeas identificável pela ausência do preto na cabeça. Os jovens machos com poucos meses já apresentam pintas na cabeça.Comportamento e reprodução: Espécie bastante famosa pela beleza e canto. Territorialista, deve permanecer apenas um casal por recinto. São pássaros frágeis que adoecem com muita facilidade. Gostam de construir seu próprio ninho. O macho tem as partes inferiores, baixo dorso e nuca amarelas; alto dorso amarelo esverdeado; cabeça, asas e Caudas negras. Asas e Caudas com marcações amarelas típicas do gênero. Bico e pernas negro acinzentados. A fêmea, muito parecida ao macho tem as cores menos acentuadas, principalmente na cabeça. Os filhotes são semelhantes as fêmeas, mais esverdeados e de bico negro. São facilmente reconhecidos pelo vôo ondulante e pelas faixas amarelas nas asas, quando pousados geralmente estão incessantemente cantando. É comum serem observados junto a plantações de coníferas, acima de mil e quinhentos metros, em bandos de 20, 50, 100 ou mais indivíduos, também é comum vê-los em campos abertos, restingas (litoral), bordas de mata e áreas de agricultura. Em vida natural, onde há o Picão – Bidens pilosa e o Assa Peixe – Vernonia sp. em floração, é quase certo encontrar estes passarinhos por lá, são fissurados pelas sementes verdes destas plantas.




ARARA-TAPAJÓS

Conhecida também como guaruba, guarajuba, tanajuba, papagaio-imperial, papagaio-do-imperador ou periquito-dourado. Portanto, o nome popular “ararajuba” quer dizer papagaio grande amarelo. Já o outro nome popular “guaruba” deriva do “guará” (pássaro, ave das águas), temos, então, pássaro amarelo. A ararajuba é um periquito de cauda longa e pontuda (como as araras), com face emplumada e de bico claro, tendendo para o marfim, de comprimento entre 33 e 36 centímetros, pesando entre 150 e 200 gramas (tamanho menor de um papagaio)Corpo todo amarelo ouro com as rêmiges verdes; ou seja sua plumagem é quase totalmente amarela com exceção das penas das asas que são verdes.Sua alimentação é a base de coquinho,sementes,frutos,brotos e flores e em cativeiro sua alimentação é sementes,banana,coco,laranja,mamão,cana-de-açúcar,amendoin,girassol,e frutas da época.
A ararajuba é uma espécie que se adapta bem ao cativeiro... São altamente sociáveis, mesmo na época da reprodução. Sua maturidade sexual se dá aos 2 anos. Na época reprodutiva (agosto a dezembro), geralmente põe de 2 a 3 ovos que levam de 29 a 31 dias para eclodir.


                                            

                                                            SANHAÇO-DE-COQUEIRO
     
Mede cerca de 18 cm, pesando em média 36 g. Não apresentam quase nenhum diformismo sexual, a não ser pelo fato da fêmea apresentar uma coloração ligeiramente mais pálida.Seu habitat inclui áreas semiabertas, campos de cultivo, cerrados, pomares, jardins e ambientes arborizados. O ninho é feito pelo casal, tem a forma de um cesto aberto, geralmente feito de folhas largas e secas, revestido de fibra vegetal. A postura da fêmea é de, em média 2-3 ovos, de coloração creme ou branca com manchas cinzas, sendo que a incubação leva, em média, 13-15 dias. Os filhotes permanecem no ninho até de 17-20 dias.Alimentam-se principalmente de frutos, néctar, aracnídeos de pequeno porte e insetos, incluindo lagartas.


ROLINHA-DIAMANTE

Distribuição e Habitat: A rolinha diamante é nativa dos áridos desertos centrais do norte e da Austrália central. Periodicamente migra para a costa sul e oriental, quando há períodos secos no centro. Prefere o terreno aberto e às vezes podem ser vistas em torno das áreas urbanas tais como parques ou jardins. Geralmente procura viver perto de cursos de rios. Características: No cativeiro os diamantes vivem de 10 a 14 anos. A Rolinha Diamante pertence ao gênero Geopelia que inclui cinco pequenas rolas que comem grãos e vivem nos campos relativamente aberta e nas regiões semi-aridas da Austrália.A Rolinha Diamante é a menor das pombas australianas, pesando somente 23 a 27 gramas e tem um comprimento de 183 a 213 milímetros. Tem um corpo cinzento e o pássaro adulto tem os ponto brancos em suas asas. Os olhos dos adultos são rodeados por um anel alaranjado pronunciado. Os adultos podem freqüentemente ser sexados pela espessura do anel do olho e da cor de suas penas da asa.Sua alimentação é a base de mistura de sementes, 30% alpiste, 70% de painço, mistura esta que deve ser soprada e reposta todos os dias,  verduras como almeirão, espinafre, ou chicória  devem ser  fornecidas pelo menos uma vez por semana.


                                                   



CARCARÁ

O carcará é facilmente reconhecível, quando pousado, pelo fato de ter uma espécie de solidé preto sobre a cabeça, assim como um bico adunco e alto, que se assemelha à lâmina de um cutelo; a face é vermelha.O carcará não é, taxonomicamente, uma águia e sim um parente distante dos falcões.
Um casal de carcarás pode ser visto próximo dos humanos, por exemplo, numa área de atividade agrícola, mais especificamente, chegando a alguns metros distante de um trator que esteja arando terra, à espera de uma oportunidade de encontrar pequenos insetos e outros eventuais animais que inevitavelmente se tornam visíveis a essas aves predadoras. Sua envergadura chega a 123 cm e o comprimento varia entre 50 e 60cm. Seu nome científico é Polyborus plancus ou Caracara cheriway; a subespécie brasileira é P. p. brasiliensis. É tido como ave tipicamente brasileira, tanto que Audubon o chamava, no século XIX, de "águia-brasileira". No entanto, possui uma distribuição geográfica ampla, que vai da Argentina até o sul dos Estados Unidos, ocupando toda uma variedade de ecossistemas, fora a cordilheira dos Andes.O carcara se alimenta de carniça e cras de pequenos mamiferos                                                                                 


                                      


                                                                            PICA-PAU
                                                                            
Mede 26 cm de comprimento. Espécie de tamanho relativamente grande, verde, de lados da cabeça brancos, com vermelho na nuca (e também no "bigode", no macho). Partes superiores barradas, partes inferiores com manchas em "forma de coração". Habitat – beira de mata, cerradão, mata de galeria, típico do cerrado e caatinga, penetra em regiões abertas, praticamente despojadas de vegetação alta. Pula através da ramaria horizontalmente como uma gralha (modo estranho de locomoção para um pica-pau).Se alimenta de larvas de insetos, sobretudo de besouros, invisíveis sob a madeira, pelo ruído produzido por estes animalejos ao roerem. Bate ligeiramente sobre a casca tentando localizar sob a mesma uma cavidade que porventura exista e que se trai pelo soar oco. Quando encontra um ponto que promete alimento, começa a martelar com vontade perfurando a casca para poder explorar a cavidade, o que é feito através da língua pegajosa de ponta afilada, provida de corpúsculos táteis, que serve para espetar a presa. Traem-se pelo barulho que fazem ao trabalharem o dia inteiro.
                                                         
                                         

                                                           AGUIA-DE-CABEÇA-BRANCA
                                                    

Seu comprimento está em torno de 1,1 m e a envergadura varia entre 1,9 m a 2,50 m. Suas asas são quadrangulares, com as extremidades penteoladas. Seu pio é cacarejado, chiado e áspero.Como outras aves de rapina, possui um bico Grande, curvo e afiado(geralmente amarelo), que serve para dilacerar sua comida.Alimenta-se de peixes, que retira da água com suas garras afiadas. A plumagem branca só aparece quando a águia tem mais ou menos cinco anos de idade.

                                         
                                                                                
                                                                    COLERINHA
                                              
Seu habitat são campos abertos e capinzais, ocorrendo praticamente em todo Brasil, com exceção da Região Amazônica e Nordest. Devido ao crescente desmatamento observa-se o aparecimento destas aves em regiões urbanas, sendo avistados nos quintais das casas e nas ruas das cidades, à procura de alimento. Alimenta-se principalmente de pequenas sementes. Quando criada em cativeiro, sua dieta baseia-se em alpiste. É uma ave muito aprecida por criadores, profissionais e amadores, devido à beleza de seu canto.Reproduz-se entre agosto e fevereiro, sendo que em algumas regiões e em casos de abundância de alimento pode reproduzir-se durante todo o ano, principalmente em regiões de clima quente. Sua ninhada geralmente constitui-se de dois filhotes, os quais são valentemente protegidos pelos pais contra predadores, não obstante seu tamanho reduzido. Formam casais fiéis, e sua reprodução em cativeiro se dá facilmente, necessitando apenas de um espaço amplo, preferencialmente acima de 2 metros quadrados, sendo que sua cópula acontece com a fêmea parada e o macho a sobrevoa durante longos períodos.



GALO-DE-CAMPINA
                                                                               

O cardeal-do-nordeste, também conhecido como, galo-de-campina ou simplesmente cardeal, é uma ave da família Emberizidae, grupo dos cardeais. A espécie tem cerca de 17 cm de comprimento,cabeça anterior e garganta vermelhas sem topete abdomem branco, costas acinzentadas. Vive em bandos nas caatingas em quase todo o Nordeste brasileiro. Alimenta-se de sementes, bagas e insetos .Não há dimorfismo sexual. O jovem apresenta as partes superiores pardo-anegradas e garganta ferrugínea. 


CASSAWARY


Os casuares são ratites , muito grandes aves que não voam , no gênero Casuarius nativa das florestas tropicais da Nova Guiné , ilhas próximas e no nordeste da Austrália. Há três existentes espécies reconhecidas hoje. O mais comum deles, o Cassowary do Sul, é a ave viva terceiro mais pesado o mais alto e, segundo, menor apenas do que o avestruz e ema . Cassowaries alimentam-se principalmente de frutos , apesar de todas as espécies são realmente onívoro e terá uma variedade de comida plantas, incluindo brotos, sementes de grama, e fungos , além de invertebrados e pequenos vertebrados . Cassowaries são muito tímidos, mas quando perturbados, eles são capazes de infligir ferimentos graves ou até mesmo fatais para cães e pessoas.A maioria das autoridades consideram que o acima monotípico , mas várias subespécies de cada foram descritos (alguns têm mesmo sido sugerido como espécies separadas, por exemplo, C. (b) papuanus ). A validação destes subespécie tem sido difícil devido às variações individuais, variações relacionadas com a idade, a escassez de exemplares , a estabilidade das amostras (a pele brilhante da cabeça e pescoço, a base de descrever várias subespécies-fades em amostras), e da prática de casuares comerciais ao vivo por milhares de anos, algumas das que são susceptíveis de ter escapado ou sido deliberadamente introduzido em regiões longe de sua origem.
                                         
                                                        
                                                          
                                                                 TUCANO-TOCO
                                                   

Apresenta 56 cm de comprimento e pesa cerca de 540 gramas, sendo o maior de todos os tucanos. Não apresenta dimorfismo sexual: a plumagem é uniformemente negra da coroa ao dorso e no ventre. Dispõe de uma pele nua amarela ao redor do olho e suas pálpebras são azuladas. O papo é branco e frequentemente tingido de amarelo. O uropígio é branco e a plumagem embaixo da cauda, que forma o crisso, é avermelhada. A característica mais notável da espécie é o grande bico amarelo-alaranjado, que pode medir 22 cm. O bico é constituído de tecido ósseo esponjoso, formando uma estrutura não maciça e areada como um favo-de-mel. Isso torna o bico mais leve e, portanto, não dificulta o voo. A ponta da maxila possui uma grande mancha negra. Estudos realizados comprovaram que seu bico também serve com um dispersor natural de calor, devido ao número de vasos sanguíneos nele presentes em contato com o ambiente e os filhotes apresentam bico curto e amarelo, sem a mancha negra. A pele ao redor dos olhos é esbranquiçada e a garganta é amarela.

                               
                                                            
                                                                ARARA-AZUL
                                           

A arara-azul é uma ave da família Psittacidae que vive nos biomas da Floresta Amazônica e, principalmente, no do Cerrado e Pantanal. Possui uma plumagem azul com uma pele nua amarela em torno dos olhos e fita da mesma cor na base da mandíbula. Seu bico é desmesurado, parecendo ser maior que o próprio crânio. Sua alimentação, enquanto vivendo livremente, consiste de sementes de palmeiras, especialmente o licuri. Essa arara torna-se madura para a reprodução aos três anos e sua época reprodutiva ocorre entre novembro e janeiro. Nascem dois filhotes por vez e a incubação dura cerca de trinta dias. Depois que nascem, as araras-azuis-grandes ficam cerca de três meses e meio no ninho, sob o cuidado dos pais, até se aventurarem no primeiro voo. A convivência familiar dura até um ano e meio de idade, quando os filhotes começam a se separar gradativamente dos pais.